Acompanha os destaque da sessão após paralisação devido covid-19

por Mozzarth Almeida publicado 03/04/2020 00h00, última modificação 28/04/2020 12h06
Pela primeira vez em sua história, a Câmara Municipal de Propriá, realizou uma sessão ordinária, com as portas fechadas ao público, devido à pandemia causada pelo covid-19. Todas as recomendações do Ministério da Saúde foram atendidas, limitou a presença exclusiva dos vereadores e de um número reduzido de servidores.

A sessão, presidida pelo Presidente da Casa de Leis, Aelson dos Santos (PSD), foi transmitida via Facebook (Câmara de Vereadores de Propriá) e pela rádio Propriá FM (104,9). Por falta de quórum, as matérias protocoladas não puderam entrar em votação. Porém, o Grande Expediente foi utilizado pela vereadora Dilma da Colônia (SD) e pelo vereador Jairo do Bairro Matadouro (SD). Os parlamentares ressaltaram as dificuldades que o município e os munícipes têm enfrentado neste momento de crise mundial, potencializado pela ausência de políticas focadas na geração de emprego e renda.

Em seu discurso, a vereadora exaltou que, mesmo neste momento de crise e total atenção à saúde pública, os recursos devem ser fiscalizado para que saibamos se estão sendo bem utilizados. Dilma ressaltou também ressaltou a preocupação com a situação das pessoas carentes que têm passado fome, mesmo neste curto período de quarentena, cerca de 20 dias. Defendeu que sejam utilizadas políticas públicas mais eficazes.

Já o vereador Jairo seguiu a mesma linha, enfatizou as dificuldades vividas pelos profissionais autônomos e informais. “Não foi o corona vírus que veio a Propriá pra deixar o povo nessa situação, Propriá já vive na calamidade há muito tempo”, entretanto, defendeu o trabalho da Secretária de Assistência Social, Elizabeth Nunes, pois sua pasta não tem recursos suficientes para sanar os problemas de todas as famílias carentes do município.

Aelson enalteceu a necessidade do retorno do Poder Legislativo Municipal depois de 15 dias em recesso, seguindo todas as recomendações da OMS, as discussões e proposituras vão continuar a fim de contribuir com o município na passagem de uma das maiores crises dos últimos anos.
error while rendering plone.comments